23/02/2013

RETALHOS DE MIM I


ESSE TEXTO FOI INICIADO EM 03-05-2011 E HOJE TRAGO ELE PARA MEU PRESENTE!

        Aqui, registrarei aos poucos, um antigo projeto... Tentar objetivar em palavras o que eu consigo saber de mim até hoje... Chamarei de:

RETALHOS DE MIM! 

Foi escrito sem censura, sem concordância necessariamente. Sem ordem. Talvez sem nexo e por isso com todo significado. 
O QUE GOSTO. NÃO GOSTO. O QUE SEI. O QUE VI. O QUE ME ATRAI. ME TRAZ DÚVIDAS. ME DESNUDA. QUEM EU ACHO QUE SOU.
TEXTO CORRIDO... SEM OBRIGATORIEDADE DE CONEXÃO.



SOU TOQUE. CARINHO. MAS TENHO DIFICULDADE DE OLHAR NOS OLHOS. ADORAVA O TOQUE DA MINHA VÓ NUM CAFUNÉ, MORRO DE SAUDADE. 
SOU SAUDOSISTA POR NATUREZA. NÃO GOSTO DE FILME DE COMÉDIA (ALIÁS DETESTO) MAS AMO FILME QUE ME FAZ RIR. GOSTO DE FILMES, MAS TEM QUE TER HISTÓRIA E DE PREFERÊNCIA TEM QUE TER AMOR, SEJA QUAL FOR O GÊNERO. SOU FAMÍLIA. MUITO. SOU GENTE. APEGO. MINHA FILHA É O MEU MAIOR TESOURO.SOU INDEPENDENTE (MINHA MÃE DIZ QUE DESDE CRIANÇA). É DELICIOSA A SENSAÇÃO DE PODER DECIDIR O QUE SE QUER E PODER FAZER ISSO SEM TER QUE DAR SATISFAÇÕES. MAS GOSTARIA DE ME SENTIR "PROTEGIDA" VEZ EM QUANDO. 







SOU FRUSTRADA PORQUE MEU CASAMENTO NÃO DEU CERTO. NEM MEU 2 RELACIONAMENTO SÉRIO. NÃO PELA INSTITUIÇÃO, MAS GOSTO DE PENSAR NO MODELO FAMILIAR TRADICIONAL. GOSTO DE PENSAR EM TER ALGUÉM PARA DIVIDIR A VIDA E O DIA A DIA. ADORO SUSHI. MAS JÁ ODIEI. ADORO COCA COLA. JÁ TROQUEI ÁGUA POR COCA CENTENAS DE VEZES NA VIDA. HOJE APRENDI A VIVER SEM ELA. (OU QUASE!) 

ADORO BORBOLETA. AO VIVO QUASE NUNCA VEJO, NEM ME LEMBRO QUANDO VI PELA ÚLTIMA VEZ, ACHO ATÉ QUE ESTÁ EM EXTINÇÃO. MAS ADORO ELA EM ADESIVOS, DESENHOS, TATUAGENS, DECORAÇÃO, CAMISETAS. MAIS AINDA, ADORO SUA SIMBOLOGIA: TRANSFORMAÇÃO! GOSTO DE CHOCOLATE MAIS JÁ GOSTEI MAIS. NÃO SOU FÃ DE SORVETE, MAS ADORO SOBREMESA GELADA. 
AMOOOO SURPRESA... BOA, CLARO! ADORO, ADORO, SIMPLESMENTE ADORO CHEIRO DE ROUPA LIMPA. CHEIRO DE CAMA COM LENÇÓIS  TROCADOS E LIMPOS. ADORO ROÇAR A PERNA NO LENÇOL E SENTIR A SUAVIDADE DO TECIDO, A TEMPERATURA. ADORO DORMIR JUNTO. AGARRADINHO. CONCHINHA MESMO. E DE JUNTAR PÉ COM PÉ. MAS TEM QUE SER COM AMOR. SE FOR SEM AMOR - A CAMA FICA APENAS PARA MIM. ADORO MEU QUARTO. MEU ESPAÇO. MEU MUNDO PARTICULAR. ADORO O SILÊNCIO QUANDO O MEU DESEJO É O SILÊNCIO. LEIO. LEIO MUITO. DESDE PEQUENA. ADORO ESCREVER: DIÁRIOS, CARTAS, EMAIL, CARTÕES, MENSAGENS, BILHETINHOS, CONTAS. TIVE MUITOS DIÁRIOS, QUEIMEI ALGUNS DA MINHA ADOLESCÊNCIA NUM RITUAL DE "QUEIMAR O AMOR DA ADOLESCÊNCIA TAMBÉM". AINDA TENHO ALGUNS GUARDADOS POR AÍ, EMPOEIRADOS EM ALGUMA CAIXA NA DESPENSA. AGORA, AOS 35 ANOS, RETOMEI O HÁBITO DE ESCREVER.

 ADORO BEIJO NA BOCA. BEIJO INTEIRO. INTENSO. MOLHADO. PRA VALER. NADA DE BITOCA. NADA DE BEIJO MORNO. BEIJO TEM QUE SER DE CORPO E ALMA. AVASSALADOR MESMO SE QUIETO, MANSO. ADORO CHEIRO. CHEIRO DE COMIDA BOA. CHEIRO DE PERFUME MARCANTE.MAS PRINCIPALMENTE ADORO CHEIRO DE PELE... AQUELE, QUE MUITOS CHAMAM DE "QUÍMICA". PREFIRO A NOITE QUE O DIA. ADOOOOOOOOORO LINGERIE. CALCINHAS. AMOOOO. 


SEMPRE TENHO QUE COMPRAR MAIS UMA. AR-CONDICIONADO? ADORO. MAS SE TIVER COM UM LENÇOL BEM QUENTINHO. E SE TIVER UMA DOCE COMPANHIA MELHOR AINDA. ADORO HOMEM QUE ME FAÇA RIR DE VERDADE. ME DESPERTE O SORRISO QUE CHEGUE AOS OLHOS. SOU CHORONA. CHORO COM FILME. COM CALAMIDADES. HISTÓRIAS TRISTES. CHORO DE DECEPÇÃO. E SE FOREM IGNORANTES COMIGO.SEMPRE CHORO DIANTE DE UM LEMBRANÇA QUE ME REMETA A UMA SAUDADE OU DOR GENUÍNA. DETESTO REMÉDIO LÍQUIDO. ME DÁ ÂNSIA DE VÔMITO. ODEIO SER ACORDADA E SE FOR COM BARULHO A COISA PIORA. SOU TENDENCIALMENTE FANTASIOSA. ROMÂNTICA. CIUMENTA. SOU CARINHOSA. PASSIONAL, MAS POSSO SER FIRME, GROSSA E TER ATITUDES RACIONAIS E DURAS. GOSTO DE DORMIR. A INSÔNIA ME DEPRIME. GOSTO DE COMPRAR. MESMO QUE SEJA FRUTAS E VERDURAS NO SUPERMERCADO. SOU INSTINTO. SOU IMPULSO. SOU IMPACIÊNCIA E URGÊNCIA. DETESTO ESPERAR E A BUROCRACIA ME IRRITA. 

MÃE PARA MIM É SINÔNIMO DE AMOR E SINTO VONTADE DE REALIZAR TODOS OS DESEJOS DA MINHA. MEU PAI FOI SECUNDÁRIO NA MINHA VIDA E ISSO ME AFETOU DURANTE ANOS. DOR PELA MORTE PARA MIM ATÉ HOJE TEM UM DIA: 17 DE JUNHO DE 2003 - ADEUS A MINHA VÓ EDILEUZA. MORRO DE MEDO DE COBRA, ESCORPIÃO, ARANHA CARANGUEJEIRA E ACIDENTE DE CARRO. JÁ FUI LOUCA POR PAGODE, HOJE ESCUTO LOUVORES. FUI CATÓLICA, BATIZADA, FIZ 1ª COMUNHÃO, CRISMADA. HOJE SOU EVANGÉLICA. GOSTO DE FOTOS, MAS PREFIRO A DOS OUTROS.

 TENHO MUITOS AMIGOS: DE INFÂNCIA. DE ESCOLA. DE TRABALHO. DE FACULDADE. DA RUA. DO ÔNIBUS. DA INTERNET. DA IGREJA. AMIGOS DE AMIGOS. HOMENS, MULHERES, SENHORAS.  TENHO MIGAS QUE SÃO MUITO ESPECIAIS. ADORO TELEFONE E PASSAR MENSAGENS. GOSTO DE INTERNET MAS JÁ FUI MAIS FÃ. ADORO BATATA FRITA, SANDUÍCHE E AMOOOOOOOO CAMARÃO. GOSTO DE MÚSICAS QUE RETRATEM O AMOR. ADORO DORMIR NO ESCURO.APRECIO UNHAS FEITAS E LIMPAS. CABELO CHEIROSO. GOSTO DE ROUPA NOVA. QUERIA MUDAR MEU CORPO MAS AINDA ESPERO PELA PORÇÃO MÁGICA DE DORMIR E ACORDAR MAIS MAGRA. ADORO CACHORRO. 

ADORO BICHO DE PELÚCIA. MINIATURAS. GOSTO DE OBJETOS COR DE ROSA: CADERNOS, NECESSAIRE,  PORTA LÁPIS, ESTOJO, CANETAS. MINHA MÃE DIZ QUE SOU UMA ADOLESCENTE TARDIA. UMA MULHER MENINA OU SERIA MELHOR MENINA MULHER? NÃO SOU FÃ DE ESPELHO. ODEIO GALINHA VELHA E DE CAPOEIRA. COMIDAS ATÍPICAS NÃO CHEGO NEM PERTO: TATU, COBRA,  JACARÉ, CARNE DISSO OU DAQUILO. ADORO COMIDAS TÍPICAS: CUSCUZ, MILHO COZINHADO, TAPIOCA. PAMONHA PARA MIM TEM GOSTO DE "VÓ EDILEUZA". GOSTAVA MUITO DE OUVIR FORRÓ. JÁ FUI MUITO DE DANÇAR. HOJE SÓ ESCUTO, EMBORA SINTA A DANÇA NO MEU SANGUE. FICO MELANCÓLICA NO MEU ANIVERSÁRIO MAIS ISSO NÃO TEM NADA A VER COM A IDADE. AINDA ACREDITO EM PRÍNCIPES EM PLENO SÉCULO XXI, MAS CLARO COM OUTRA ROUPAGEM E PERFORMANCE. APRECIO SOBRANCELHAS BEM FEITAS E DEPILAÇÃO EM DIA. SE ME CASASSE NOVAMENTE SERIA UMA CERIMÔNIA COMPLETAMENTE DIFERENTE DA QUE TIVE. SOU FORTE E FRÁGIL. GOSTO DE COMPUTADOR E INTERNET, MAS SOBREVIVO SEM ELES. GOSTAVA DE ASSISTIR TV, HOJE NÃO MUITO. 

AMO FLORES. DE TODOS OS TIPOS. DETESTO CIGARRO. DROGA. E IGNORÂNCIA. ADORO BOLINHO DE CHUVA, BRIGADEIRO DE COLHER E ÁGUA DE COCO. DETESTO ABACATE E VITAMINA SEJA DE QUALQUER QUALIDADE. DETESTO QUEM CHEIRA MAL. NÃO CURTO QUEM NÃO TEM CHEIRO. CHEIRO É MARCA. É PERSONALIDADE.QUERO MUUUUUUITO APRENDER A DIRIGIR. MAS TENHO TRAUMA. NÃO SOU TEIMOSA, MAS DIZEM QUE EU DEFENDO COM UNHAS E DENTES MEU PONTO DE VISTA. GOSTO DE MACDONALD, EMBORA HOJE COMA MAIS SUBWAY. NÃO SOU FÃ DE BANHO DE MAR, ALGAS ME AGONIAM. TENHO MEDO DE TUBARÃO (TRAUMA DOS FILMES DE INFÂNCIA). NUNCA FARIA UM CRUZEIRO. MAS O AMBIENTE DE PRAIA ME ATRAI. TENHO MEDO DE ALTURA, FUNDO DO MAR,  GENTE FALSA, FOFOQUEIRA E VIOLENTA. PARA DORMIR ADORO BANHO QUENTE, ROUPA LIMPA E PERFUMINHO INFANTIL. ADORO RIZADA DE BEBÊ. ALIÁS ADORO SORRISO. ENCHE A ALMA. DETESTO SANGUE. TENHO MEDO. ADORO BARULHO DE CHUVA PARA DORMIR. E PARA NAMORAR.  



GOSTO DE DESENHO ANIMADO, ERA LOUCA PELOS SMURFS. JÁ COLECIONEI PAPEL DE CARTA E CARTÃO TELEFÔNICO. MORRO DE MEDO DE SAPO. ADORO A COMIDA DA MINHA MÃE. ADORO PERÍODO DE COPA DO MUNDO. SOU FÃ DE MARTHA MEDEIROS, ANA JÁCOMO, FERNANDO PESSOA, CLARICE LINSPECTOR. GOSTO DEMAIS DOS TEXTOS DE DRÁUZIO VARELLA E ALGUNS DO PEDRO BIAL. ADORO PASSAR MENSAGEM NO CELULAR. E RECEBER TAMBÉM. APRECIO PRIVACIDADE. PRECISO APRENDER A JUNTAR GRANA. ME DECEPCIONO FÁCIL-ACREDITO DEMAIS NAS PESSOAS. A REJEIÇÃO ME DERRUBA. GOSTO DE CINEMA E CAFÉ. GOSTO DO FRIO SE TIVER BEM AGASALHADA. ME ENTREGO AO QUE FAÇO, COM PRAZER. MAS NÃO TENHO ESPÍRITO EMPREENDEDOR. ADORO MEU QUARTO. MEU CANTO. ADORO SER MÃE. QUERIA TER TIDO MAIS UM FILHO. FILME DE TERROR NEM PENSAR! SOU FORTE! MUITO MAIS QUE EU IMAGINEI SER! ENFRENTEI O CÂNCER, MÉDICOS GROSSEIROS E INSENSÍVEIS, QUIMIO, RADIO, MASTECTOMIA. DEPOIS ENCONTREI MÉDICAS QUE FORAM BENÇÃOS DO SENHOR! GOSTO DE GOIABA, MAS OS BICHINHOS DELA ME ENCHEM DE NOJO.NUNCA GOSTEI DE PASSAR FERRO NEM LAVAR GELADEIRA. NATAL E ANO NOVO ME DEIXAM DEPRIMIDA. SERÁ QUE É PELO QUE NÃO REALIZEI? NÃO FAÇO IDEIA. SINTO UM VAZIO. SOU DO TIPO QUE NÃO TROCO UMA LÂMPADA NEM MUDO BUJÃO DE GÁS. MAS TROCAR UM BOTÃO DA BLUSA EU ENCARO. TENHO TIC TIC NERVOSO EM LIMPAR O OUVIDO TODO DIA.

 CÓLICAS MENSTRUAIS NÃO ME DERRUBAM, MAS TPM.... AFFFFF... SE O LIVRO NÃO ME ATRAI, PARO DE LER E DEIXO PARA LÁ. ADORO COLECIONAR LIVROS. SE UM ME ENCANTAR SOU CAPAZ DE RELÊ-LO MUITAS VEZES. MINHA LETRA É BONITA MAS TENHO PREGUIÇA DE ESCREVER. ESCREVO RÁPIDO ACABA FICANDO GARRANCHADO. SOU INTOLERANTE COM MUITA COISA E TENHO MEU LADO AUTORITÁRIA AGUÇADO.

ODEIO BANHEIRO SUJO. NÃO GOSTO DE NOMES "FEIOS" MAS JÁ CHAMEI MUITO. PRECISO PERDER PESO, MAS ADORO COMER E NÃO SOU ADEPTA A EXERCÍCIOS. QUERIA ACORDAR MAGRA E ACREDITAR NO "PÓ DO PIRIMPLIMPLIM". FILME "ÁGUA COM AÇÚCAR, ROMÂNTICO COM FINAL FELIZ" É O MEU FAVORITO. DETESTO BETERRABA. COGUMELO, NABO, CANI, CARANGUEJO E DOBRADINHA. 



ADOROOOOO ABRAÇO. APERTADO. DE VERDADE. ABRAÇO E BEIJO. SÓ NÃO GOSTO DE ABRAÇO FALSO DE GENTE QUE NÃO TENHO EMPATIA.















ESTRELAS...

22-02-13









Ninguém, arrisco, permanece igual 



depois da diferença de um encontro de amor. 

                                                      Ana Jácomo

HORA DE ABRIR OS BRAÇOS PARA A VIDA



REENCONTRO - ANA JÁCOMO



 "Eu vim aqui me buscar. E aqui parecia ser longe, muito longe do lugar onde eu estava, o medo costuma ver as distâncias com lente de aumento. Vim aqui me buscar porque a insatisfação me perguntava incontáveis vezes o que eu iria fazer para transformá-la e chegou um momento em que eu não consegui mais lhe dizer simplesmente que eu não sabia. Vim aqui me buscar porque cansei de fazer de conta que eu não tinha nenhuma responsabilidade com relação ao padrão repetitivo da maioria das circunstâncias difíceis que eu vivenciava. Vim aqui me buscar porque a vida se tornou tediosa demais. Opaca demais. Cansativa demais. Encolhida.


Vim aqui me buscar porque, para onde quer que eu olhasse, eu não me encontrava. Porque sentia uma saudade tão grande que chegava a doer e, embora persistisse em acreditar que ela reclamava de outras ausências, a verdade é que o tempo inteirinho ela falava da minha falta de mim. Vim aqui me buscar porque percebi que estava muito distante e que a prioridade era eu me trazer de volta. Isso, se quisesse experimentar contentamento. Se quisesse criar espaço, depois de tanto aperto. Se quisesse sentir o conforto bom da leveza, depois de tanto peso suportado. Se quisesse crescer no amor.


Vim aqui me buscar, com medo e coragem. Com toda a entrega que me era possível. Com a humildade de quem descobre se conhecer menos do que supunha e com o claro propósito de se conhecer mais. Vim aqui me buscar para varrer entulhos. Passar a limpo alguns rascunhos. Resgatar o viço do olhar. Trocar de bem com a vida. Rir com Deus, outra vez. Vim aqui me buscar para não me contentar com a mesmice. Para dizer minhas flores. Para não me surpreender ao me flagrar feliz. Para ser parecida comigo. Para me sentir em casa, de novo.

Vim aqui me buscar. Aqui, no meu coração."

 Esse texto eu queria dedicar a uma Miga muuuuuuuuito especial. Uma miga chamada Lu...



   Nossa amizade transcende o que eu poderia escrever ou dizer... É presença, mesmo na ausência... é torcida. Alegria repartida. Mas é também sofrimento. É dor. É solidão. É saudade. É não saber o que fazer...

    Então hoje, peço ao Senhor que a tome em seus braços e cuide... Ele sabe o que ela precisa... o que ela sente e o que ela merece. E eu creio que tudo, tudo, tudo vai passar... e terei de volta sobretudo  A ALEGRIA INCONFUNDÍVEL  DESSA FLOR CHAMADA LUCIANA... 

Estivemos na casa dela - eu, miga Bela, miga Adriene e Marcelinho. Conversamos muito.... ouvimos muuuiiito. Mas demos a ela tudo que ela merece nesse momento: PRESENÇA E AMOR!



Tudo o que eu mais desejo é que assim como eu, ela ABRA OS BRAÇOS PARA A VIDA NOVAMENTE...


UM VIAGEM CHAMADA VIDA




               Estive pensando, criei esse blog inicialmente para contar a trajetória (com dia e hora marcada) sobre o Câncer na minha vida... 
Mas o Câncer foi embora... e agora? 
PARAR DE POSTAR? DE ESCREVER? 
            Foi aí que me dei conta de que isso aqui SOU EU... Com Câncer, há 2 anos. Hoje curada! Isso aqui tem muito de mim em vários momentos... Então não há porque parar... nem falar sobre o câncer o tempo inteiro... Pensei em fazer outro blog, para postar sobre mim, a vida, o que gosto, o que vivo... 

Mas isso aqui sou eu... 

Houve um tempo que foi UMA VIAGEM CHAMADA CÂNCER. 
Hoje para mim, É UMA VIAGEM CHAMADA VIDA!!!!

        Decidi então, continuar a escrever e postar sim sobre o meu tratamento, meu sentimento em relação a cada ano que me resta em relação à  reincidência... Eventualmente falar sim sobre o câncer, seus males, sobre pessoas que venceram...  porque não? O Câncer faz parte da minha história. Mas resolvi que aqui postarei sobretudo sobre MIM... 

Esse ano de 2013, mudou muito minha vida...

APRENDENDO A DESAPRENDER

Passamos a vida inteira ouvindo os sábios conselhos dos outros. Tens que aprender a ser mais flexível, tens que aprender a ser menos dramática, tens que aprender a ser mais discreta, tens que aprender... praticamente tudo.
Mesmo as coisas que a gente já sabe fazer, é preciso aprender a fazê-las melhor, mais rápido, mais vezes. Vida é constante aprendizado. A gente lê, a gente conversa, a gente faz terapia, a gente se puxa pra tirar nota dez no quesito "sabe-tudo". Pois é. E o que a gente faz com aquilo que a gente pensava que sabia?
As crianças têm facilidade para aprender porque estão com a cabeça virgem de informações, há muito espaço para ser preenchido, muitos dados a serem assimilados sem a necessidade de cruzá-los: tudo é bem-vindo na infância. Mas nós já temos arquivos demais no nosso winchester cerebral. Para aprender coisas novas, é preciso antes deletar arquivos antigos. E isso não se faz com o simples apertar de uma tecla. Antes de aprender, é preciso dominar a arte de desaprender.
Desaprender a ser tão sensível, para conseguir vencer mais facilmente as barreiras que encontramos no caminho. Desaprender a ser tão exigente consigo mesmo, para poder se divertir com os próprios erros. Desaprender a ser tão coerente, pois a vida é incoerente por natureza e a gente precisa saber lidar com o inusitado. Desaprender a esperar que os outros leiam nosso pensamento: em vez de acreditar em telepatia, é melhor acreditar no poder da nossa voz. Desaprender a autocomiseração: enquanto perdemos tempo tendo pena da gente mesmo, os demais seguiram em frente.
A solução é voltar ao marco zero. Desaprender para aprender. Deletar para escrever em cima.
Houve um tempo em que eu pensava que, para isso, seria preciso nascer de novo, mas hoje sei que dá pra renascer várias vezes nesta mesma vida. Basta desaprender o receio de mudar.

                                                                                                       Martha Medeiros


Estou em Maceió... vim para mais uma audiência com o Plano de Saúde... Mais uma luta... mais uma etapa. Quando terá fim? Quando o Senhor permitir...
Está em casa é bom... olhar  meu quarto. Sentir o cheiro do meu espaço. Meu aconchego. Faz bem para mim... 
Estou vivendo particularmente um momento especial... Retomando minha vida profissional e renascendo para a vida social e afetiva... E isso merece ser CELEBRADO!!!!


ENCONTROS - DESENCONTROS- REENCONTROS....

Há alguns dias recebi uma ligação que me desnorteou... Do outro lado da linha, alguém, que foi muito importante na minha vida e será uma eterna lembrança de amor e carinho, me pedindo "socorro"... agindo e falando como eu nunca vi nem ouvi, mas sempre soube que um dia essa BOMBA iria estourar... E foi a mim que ele recorreu...
Mexeu comigo vê-lo tão vulnerável e abalado. E é claro que estendi a mão e o coração para ajudá-lo... mas na verdade a MAIOR AJUDA E A  MAIS ABSOLUTA RESPONSABILIDADE PELA MUDANÇA E RENOVAÇÃO DA VIDA E DA HISTÓRIA DE SOFRIMENTO É DELE!  
Achei, por um instante que a vida estava dando voltas...
Achei por um instante que iria ouvir o que há muito esperei... mas confesso que descobri que já não espero mais... já não quero mais.
O que eu quero é que ele SEJA FELIZ.
Não posso nem quero julgá-lo por ser covarde, ou retroceder, ou agir paradoxalmente... ou continuar a ser o que sempre foi... Isso não tem mais nada a ver comigo... 

E EU?
ESTOU FINALMENTE RECOMEÇANDO. DEPOIS DE 3 anos e 3 meses (Em setembro de 2012) eu decidi dar um basta...  e hoje VEJO MEU JARDIM VOLTANDO A FLORIR...


Alguns caminhos ainda incertos... mas como saber senão percorrê-los?




AS ESCOLHAS DE UMA VIDA - MARTHA MEDEIROS


A certa altura do filme Crimes e Pecados, o personagem interpretado por Woody Allen diz: "Nós somos a soma das nossas decisões ". Essa frase acomodou-se na minha massa cinzenta e de lá nunca mais saiu. 

Compartilho do ceticismo de Allen: a gente é o que a gente escolhe ser,o destino pouco tem a ver com isso. 

Desde pequenos aprendemos que, ao fazer uma opção, estamos descartando outra, e de opção em opção vamos tecendo essa teia que se convencionou chamar "minha vida". Não é tarefa fácil. 

No momento em que se escolhe ser médico, se está abrindo mão de ser piloto de avião. Ao optar pela vida de atriz, será quase impossível conciliar com a arquitetura. 

No amor, a mesma coisa: namora-se um, outro, e mais outro, num excitante vaivém de romances. Até que chega um momento em que é preciso decidir entre passar o resto da vida sem compromisso formal com alguém, apenas vivenciando amores e deixando-os ir embora quando se findam, ou casar, e através do casamento fundar uma microempresa, com direito a casa própria, orçamento doméstico e responsabilidades. As duas opções têm seus prós e contras: viver sem laços e viver com laços... 

Escolha: beber até cair ou virar vegetariano e budista? Todas as alternativas são válidas, mas há um preço a pagar por elas. 

Quem dera pudéssemos ser uma pessoa diferente a cada 6 meses, ser casados de segunda a sexta e solteiros nos finais de semana,ter filhos quando se está bem-disposto e não tê-los quando se está cansado. 

Por isso é tão importante o auto-conhecimento. 

Por isso é necessário ler muito, ouvir os outros, estagiar em várias tribos, prestar atenção ao que acontece em volta e não cultivar preconceitos. 

Nossas escolhas não podem ser apenas intuitivas, elas têm que refletir o que a gente é. 

Lógico que se deve reavaliar decisões e trocar de caminho: ninguém é o mesmo para sempre . Mas que essas mudanças de rota venham para acrescentar, e não para anular a vivência do caminho anteriormente percorrido. 

A estrada é longa e o tempo é curto. Não deixe de fazer nada que queira, mas tenha responsabilidade e maturidade para arcar com as conseqüências destas ações. 

Lembrem-se: suas escolhas têm 50% de chance de darem errado mas também têm 50% de chance de darem certo. A escolha é sua.

QUERO SER COMO CRIANÇA....


A vida pode ser mais leve. Mais lúdica. Se eu não brincasse, enlouqueceria. Não posso nem sei ser essa imagem que tanta gente congelou a respeito do que é ser adulto. Passo longe desse freezer. Quero o calor da vida. Quero o sonho e a realidade melhor que ele puder gerar. Quero alguma inocência que não seja maculada. Quero descobrir coisas que não suspeito existirem e, que para minha surpresa, têm significado para o meu coração. Adulta, quero caminhar de mãos dadas, vida afora, com a criança que me habita: curiosa, arteira, espontânea.

Ana Jácomo


     Algumas crianças da minha vida.... 
























CHEIRO DE INFÂNCIA E DE VIDA!!!!!





LEITURA

            Já faz algum tempo que não escrevo... e tanta coisa vem acontecendo!
O Carnaval passou, o ano para muitos realmente iniciou. A parte ruim é ter que dizer "até já" para Mama... Carla, Tio Cézar... Lori, Leca... Naca... a turma que trouxe um pouquinho de Maceió para mim... 
           Meu carnaval foi lendo... descansando mesmo...


         Quem ainda não leu aproveite para ler... Esse livro (Memórias de uma Cortesã) foi escrito por uma pessoa iluminada... que também venceu uma batalha contra o Câncer de Mama e hoje trava outra contra a reincidência e metastase...
Mas uma mulher guerreira, brilhante e uma escritora maravilhosa... Escreveu boa parte do livro enquanto estava doente (eu acredito)...
É um livro super interessante, que prende a atenção... Indico!!!! Para aqueles que são de Maceió podem encontrá-lo na RESMA Papelaria, ou quem quiser podem deixar contato que eu envio retorno. Muuuuuito legal!
          No último dia de carnaval eu já não estava muito bem... tossindo, rouca e resolvi voltar mais cedo para casa, para minha cama... 


  Bem como disse, então, hora de arregaçar as mangas,correr atrás dos sonhos e objetivos porque a vida exige de nós CORAGEM!!!

Jujuba

   Quero registrar aqui um vídeo que ganhei da minha prima Ju (Jujuba)
um doce de menina, uma romântica incorrigível como eu...
Aliás dizem que ela se parece comigo...ou eu me pareço com ela....rsrsrsrss

Para você Jujuba:

"O que interessa mesmo não são as noites em si, são os sonhos."

                            William Shakespeare


Obrigada pelo "presente"... o vídeo é muito interessante!







08/02/2013

QUAL O MELHOR LUGAR DO MUNDO?

08-02-13
Qual o melhor  lugar do mundo?


Meu palpite: dentro de um abraço.
Que lugar melhor para uma criança, para um idoso, para uma mulher apaixonada, para um adolescente com medo, para um doente, para alguém solitário? Dentro de um abraço é sempre quente, é sempre seguro. Dentro de um abraço não se ouve o tic-tac dos relógios e, se faltar luz, tanto melhor. Tudo o que você pensa e sofre, dentro de um abraço se dissolve.
Que lugar melhor para um recém-nascido, para um recém-chegado, para um recém-demitido, para um recém-contratado? Dentro de um abraço nenhuma situação é incer-ta, o futuro não amedronta, estacionamos confortavelmente em meio ao paraíso.
O rosto contra o peito de quem te abraça, as batidas do coração dele e as suas, o silêncio que sempre se faz durante esse envolvimento físico: nada há para se reivindicar ou agradecer, dentro de um abraço voz nenhuma se faz necessária, está tudo dito.
Que lugar no mundo é melhor para se estar? Na frente de uma lareira com um livro estupendo, em meio a um estádio lotado vendo seu time golear, num almoço em família onde todos estão se divertindo, num final de tarde à beiramar, deitado num parque olhando para o céu, na cama com a pessoa que você mais ama?
Difícil bater essa última alternativa, mas onde começa o amor, senão dentro do primeiro abraço? Alguns o consideram como algo sufocante, querem logo se desvencilhar dele. Até entendo que há momentos em que é preciso estar fora de alcance, livre de qualquer tentáculo. Esse desejo de se manter solto é legítimo, mas hoje me permita não endossar manifestações de alforria. Entrando na semana dos namorados, recomendo fazer reserva num local aconchegante e naturalmente aquecido: dentro de um abraço que te baste. 

Martha Medeiros (trecho do livro Feliz por Nada-12 de junho de 2008)

        É assim que me sinto hoje... DENTRO DE UM ABRAÇO!!!! Minha família junta... isso é tão bom! Todo mundo veio para Arapiraca para juntos passarmos o Carnaval na Chácara Santa Bárbara (da Cris e do Gustavo)... um paraíso pertinho de Arapiraca...
Tão bom...
      Carla, seus filhos... Mama... o Diogo que não deixa de ser meu sobrinho também... Amanhã chegarão Kel, tio Cézar, Leca, Naca, Vaguinho... Miga Rô também vai com Jadson...
Uma alegria...
      Um carnaval para farra - quem quer farra. Para descanso- quem quer descanso, como eu.

      Ontem, aconteceu uma coisa inusitada... talvez eu não tenha deixado transparecer aqui, mas no auge dos meus 38 anos eu adoro bichos de pelúcia... bonequinhas... miniaturas principalmente... Tenho a coleção dos smurfs, fofoletes... adooooooro... Mainha costuma dizer que eu serei sempre uma adolescente tardia. 
       Quando era adolescente eu adorava dormir com ursinho e passei muitos anos assim... Tinha um monte deles! Depois a gente começa a namorar, casa,  e as coisas mudam um pouco... Mas o ursinho saiu da minha cama, mas não da minha vida. 
      Com a chegada da Ana Carolina eu me realizei... bichinhos, bonequinhas... ursinhos... E aí, quando pude ter o quarto só para mim novamente deixei ele com a minha cara: meus livros, meu mural, meus smurfs, fofoletes, ursinhos, almofadinhas... tudo...
       Quando eu adoeci, que tinha que ficar muito deitada, de molho, Lia muito e assistia muita TV,  daí me apaixonei pela "Lola" do Programa de TV a Cabo "Charlie e Lola"... É a boneca mais "feia e linda" que já vi... e fiquei loooooooooooouca  por uma... 
Louuuuuuca para ter a minha!!!!


          Lindaaaaaaaa... Eu olho e acho fofa mesmo, de verdade.... Bom, não comprei (na época era caríssima e minhas prioridades eram outras!) Quase ganhei ela de presente da minha amiga - Anjo, mas acabou passando também... assim como o tempo!
E o que tem de inusitado nisso tudo?
É que ontem, Clarinha (minha sobrinha de 6 anos com quem eu e Carolina estamos dividindo o quarto enquanto moro com meu irmão) disse: 

"Tia Kika, eu tenho meu ursinho, a Carol tem a boneca dela, falta você! Tome tia Kika, é para você..."

E EIS QUE SURGE ELA!!!! LOOOOOOOLAAAAA!!!!

FIQUEI TÃO FELIZ!!!!
ME FEZ TER BOAS RECORDAÇÕES...

E É CLARO, DORMI AGARRADINHA...  

PORQUE PARA SER FELIZ, NÃO TEM IDADE!!!!

07/02/2013

ONDE ESTIVER... BRILHE

07-02-13





    Tantas coisas acontecendo...
    Completei um mês hoje no novo trabalho e já me sinto ambientada. Me sinto bem. A saudade de casa vai se aquietando... funciona num vai e vem de sentimentos e lágrimas. O carnaval está próximo, vou rever todo mundo... e isso é bom. Me acalma. Sinto que aqui meu ritmo é acelerado. A sensação é de não ter mesmo tempo para nada... O tempo voa mesmooooooo.... e a noite passa num instante.
   Ana Carolina está bem... adaptada, feliz... ganhou a "irmã" que sempre quis... que sempre me pediu (Clarinha, a prima querida!) Se adaptou à escola já...Acorda cedo com a maior facilidade que eu jamais vi... O SER HUMANO É MESMO CAPAZ DE TRANSFORMAR QUALQUER SITUAÇÃO NA VIDA... BASTA TER FORÇAS E MOTIVAÇÃO QUE O IMPULSIONE. (Ela detestava acordar cedo e sempre apresentou dificuldade! Só estudava a tarde!!!) Isso vale para tudo na nossa vida.. todas as situações... afetivas, profissionais... todas as relações, pai, mãe, irmão, amor, filho,amigo, parente... 

TUUUUUUUUUUUUUUUUDO!


Tenho andado querendo viver coisas novas... 


É maravilhoso quando conseguimos soltar um pouco o nosso medo e passamos a desfrutar a preciosa oportunidade de viver com o coração aberto, capaz de sentir a textura de cada experiência, no tempo de cada uma. Sem estarmos enclausurados em nós mesmos, é certo que aumentamos as chances de sentir um monte de coisas, agradáveis ou não, mas o melhor de tudo, é que aumentamos as chances de sentir que estamos vivos. Podemos demorar bastante para perceber o óbvio: coração fechado já é dor, por natureza, e não garante nada, além de aperto e emoções mofadas. Como bem disse Virginia Woolf, “não se pode ter paz evitando a vida.


Todo dia é uma expectativa em relação a vó Iracir e isso tá me "matando"! Mas o Senhor sabe todas as coisas... e abençoa e cuida... e sei que está com ela... junto às filhas... acolhendo todo sentimento de dor, medo.. toda lágrima e tristeza...
Amanhã mainha estará aqui... Carla e sua "trupe" e sábado vem o restante da família. Vai ser um carnaval tranquilo. De encontro. De alegria. De descanso.

A DOÇURA E A LOUCURA

06-02-13




Eu não quero promessas.


Promessas criam expectativas

e expectativas borram maquiagens

e comprimem estômagos.




"Nunca se entregue.

Nasça sempre com as manhãs.

Deixe a luz do céu brilhar na luz do seu olhar." 


                                                  Gonzaguinha

TEXTOS QUE FALAM DE MIM E POR MIM II



Se não quiser adoecer - "Fale de seus sentimentos"
Emoções e sentimentos que são escondidos, reprimidos, acabam em doenças como: gastrite, úlcera, dores lombares, dor na coluna.. Com o tempo a repressão dos sentimentos degenera até em câncer. Então vamos desabafar, confidenciar, partilhar nossa intimidade, nossos segredos, nossos pecados.O diálogo, a fala, a palavra, é um poderoso remédio e excelente terapia...


Se não quiser adoecer - "Tome decisão"
A pessoa indecisa permanece na dúvida, na ansiedade, na angústia. A indecisão acumula problemas, preocupações, agressões. A história humana é feita de decisões. Para decidir é preciso saber renunciar, saber perder vantagem e valores para ganhar outros. As pessoas indecisas são vítimas de doenças nervosas, gástricas e problemas de pele.


Se não quiser adoecer - "Busque soluções"
Pessoas negativas não enxergam soluções e aumentam os problemas.Preferem a lamentação, a murmuração, o pessimismo. Melhor é acender o fósforo que lamentar a escuridão. Pequena é a abelha, mas produz o que de mais doce existe. Somos o que pensamos. O pensamento negativo gera energia negativa que se transforma em doença.


Se não quiser adoecer - "Não viva de aparências"
Quem esconde a realidade finge, faz pose, quer sempre dar a impressão que está bem, quer mostrar-se perfeito, bonzinho etc., está acumulando toneladas de peso... uma estátua de bronze, mas com pés de barro.Nada pior para a saúde que viver de aparências e fachadas. São pessoas com muito verniz e pouca raiz. Seu destino é a farmácia, o hospital, a dor.


Se não quiser adoecer - "Aceite-se"
A rejeição de si próprio, a ausência de auto-estima, faz com que sejamos algozes de nós mesmos. Ser eu mesmo é o núcleo de uma vida saudável. Os que não se aceitam são invejosos, ciumentos, imitadores, competitivos, destruidores. Aceitar-se, aceitar ser aceito, aceitar as críticas,
 
é sabedoria, bom senso e terapia.


Se não quiser adoecer - "Confie"
Quem não confia, não se comunica, não se abre, não se relaciona, não cria liames profundos, não sabe fazer amizades verdadeiras. Sem confiança, não há relacionamento.
 
A desconfiança é falta de fé em si, nos outros e em Deus.


Se não quiser adoecer - "Não viva SEMPRE triste!"
O bom humor, a risada, o lazer, a alegria, recuperam a saúde e trazem vida longa.
A pessoa alegre tem o dom de alegrar o ambiente em que vive."


O bom humor nos salva das mãos do doutor.
Alegria é saúde e terapia.

Drauzio varella





Não é raro, tropeço e caio.
Às vezes, tombo feio de ralar o coração todinho.
Claro que dói mas tem uma coisa:
a minha fé continua em pé.




Não confunda derrotas com fracasso nem vitórias com sucesso.
Na vida de um campeão sempre haverá algumas derrotas,
assim como na vida de um perdedor sempre haverá vitórias.
A diferença é que, enquanto os campeões crescem nas derrotas, os perdedores se acomodam nas vitórias.